Agrião

O Agrião (Sisymbrium nasturtium), não serve apenas para uma bela sopa de agrião. Planta herbácea espontânea, que cresce em locais húmidos, regatos de águas límpidas e de fraca corrente , é utilizado fresco em saladas. Como remédio é indicado para anemia, reumatismo, tosse, como expectorante, doenças das vias urinárias, diurético, ajuda a eliminar o ácido úrico, tem um efeito depurativo do sangue e é anti escorbuto. Tem uma acção cicatrizante em feridas de difícil cicatrização. Pela sua quantidade de iodo actua na tiróide e ajuda a prevenir o bócio. O sumo de agrião aplicado sobre o couro cabeludo, previne a queda de cabelo. Rico em vitaminas A, C e E torna-o útil para estimular o apetite e o metabolismo.

 

Uso Interno
50 gramas de agrião picado em pedaços pequenos ferver num litro de água durante 15 minutos; coar. Tomar 1 copo de manhã e outro à noite para combater infecções urinárias, prisão de ventre e hemorróidas.Folhas cozidas com água ou ao vapor, regadas com sumo de limão para não escurecer, comidas com tomate, sal e azeite; refogadas na frigideira com um pouco de manteiga, com uns dentes de alho picado e sumo de limão. As folhas tenras podem comer-se cruas, em saladas cruas e os caules cozidos ou fritos, com ovo e farinha ou em sopa. É laxante, diurético e regenerador dos tecidos.

 

Uso Externo

Triturado num almofariz de madeira, 100 gramas de agriões frescos. Embebe-se numa compressa e aplica-se nas zonas afectadas da pele, cobre-se com gaze. Pode ser utilizado para tratamento da tiróide.

Loção: Aplica-se o sumo directamente sobre úlceras para apressar a cicatrização.

NOTA: As mulheres grávidas não devem come grandes quantidades de agrião duma vez, pelo possível efeito abortivo.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WordPress SEO fine-tune by Meta SEO Pack from Poradnik Webmastera
Real Time Web Analytics